terça-feira, maio 23, 2017

SmiLe


''When I see your face
There's not a thing that I would change
'Cause you're amazing
Just the way you are
And when you smile...
The whole world stops and stares for a while ....''

(...)

If you become DJ, let me be your favorite song.
If you become a hero, let me be your nr.1 fan.
If you become a Pro-Squash Player, let me be your racket.
If you become a photographer, let me be your model.
If you become a PT, let me be your tennis.
If you become a detective, let me be your (im)possible mission.
If you become a perfume, let me be your skin.
If you become a chef, let me be your desert.
If you become a tourist, let me follow you to your travel destiny.
If you become sad, let me take out your tears.
If you become happy, let me be the reason of your smile.
If you become nervous, give me allowance to calm you down.
If you become insane, let me be your cure.

If you become lost, let me find you.

sexta-feira, abril 21, 2017

E Se PeRgUnTaReM PoR NóS....




"E se perguntarem por nós ...
Sobre que coisas fazemos ... quando estamos juntas .... Diz a verdade'!"

A verdade é que nao me imaginaria a fazer todo um caminho de vida sem ti ao meu lado.
A concretizaçao de 197km passo a passo vai ser apenas isso - a confirmação que és o meu Date Nr.1.
Alguem em quem confio a 100%, que conheço alguns dos seus medos, que sei que posso confiar, que mesmo embora as vezes nao acredite, sei que és como se fosse da minha familia - as vezes até mais do que isso - aturas-me tanto que nem sei como continuas do meu lado  - ''Tenho tanta sorte....'' ^^

Se perguntarem por nós, hao-de dizer que somos loucas em fazer 30 ou mais de 30km por dia.
Se perguntarem porquê que o vamos fazer? - Simplesmente porque queremos (coisas que so acontecem a pessoas livres e destemidas como nós).
Se perguntarem como é que vamos fazer? - Também nao sabemos ao certo - mas a piada estará no desconhecido.

Se perguntarem quando é que voltamos - Apetece-me dizer que eventualmente voltamos Domingo, não prometemos é que voltemos iguais! (Pelo menos conto perder 1 quilinho along the way).

A ti, a nós  e a nossa amizade!
Nao há Santiago, nem destino nenhum que nos meta medo.

''When you fall for someone's personality, you fall for everything.'' <3 p="">
Let's do this & make an update in 1 week!

terça-feira, abril 04, 2017

NoTaS soBre Ele

Quem é o teu verdadeiro EU?
Onde se escondem as tuas convicções, as tuas vontades, os teus medos?
De onde vêm as tuas frustraçoes e contradições?
Como explicas a antítese entre o que fazes, o que sentes, o que dizes e o que pensas?

Xiuuu ....

Quero estar !
Quero ficar !
Naquele instante onde te fechas... é lá que eu quero estar.
Naquele momento que choras e nao sabes porquê, sou eu que quero ficar do teu lado.
Naquele sonho perdido que ás vezes vem durante a noite ... eu quero ser a protagonista contigo.
Nos dias que inventas um espaço e crias as barreiras, apetece-me desconstruir-te.
Desconstruir conceitos que criaste em ti sob a forma de alcances impossivéis.

Não és impossivel para mim.
Para mim és alcançável, moldável, um ser mutante em constante procura de si mesmo.
Em cada muralha que colocas dentro de ti ou entre nós, só consigo ver uma oportunidade de te desvendar e conhecer melhor.

Porquê?
Porquê também nao sei ...Não pretendo explicar todas as vontades súbitas que me surgem.
Não pretendo descodificar cada flash de desejos que me aparecem. Gostava de saber parar de te dar, mas algo ... algo ainda me diz ainda que vale a pena.

Podia hoje desistir de ti, de mim, do conceito que criei para nós aqui dentro. Podia ... e um dia destes desisto!
(Talvez vá só demorar um bocadinho - desculpa por isso).

Es desafio em carne e osso.
Es atrofio na minha cabeça.
Es desatino no meu corpo.
Es paixao entranhada no meu peito.
Es loucura que fica.
Es fantasia que perdura.

Nos dias que me irritas, me criticas e nao me deixas respirar - quero dar-te um abraço.
Nos dias que queres fugir - podes fugir - eu espero por ti.... tranquilamente. Eu sei que acabas por voltar.

No momento que me rejeitas, mas na milésima de segundo que vejo uma brecha no teu sorriso - Eu acredito!

Eu acredito que pensas em mim quando a saudade vem.
Eu acredito que tiras fotografias e pensas em enviar-me .. um dia mais tarde.
Eu acredito que até naquela musica que dizes fatela, esboças um sorriso ... só porque eventualmente o meu vulto, subitamente pairou na tua lembrança.
Eu acredito quando finges ignorar-me, e nao sabes dizer ''Gosto de ti'' ... mas os teus olhos falam por ti.

Eu também acredito que nunca vais ser plenamente meu. És livre.....

Nao quero prender-te para mim, não quero negar a tua essência.

Pássaro bravo não se segura com gaiolas.
Animal selvagem nao se domestica á força.
Bonzai raro nao precisa de ser regado todos os dias.
O melhor Perfume não se mantem cheiroso para sempre...

Eu acredito que podemos por a máquina a funcionar!

Ajusta a peça, desenha um motor, cria ventoinhas, coloca uma bateria extra....
Ou deixa ficar como está - funciona!

Mostra-me o contrário .... e nesse dia ... Desisto.

Preciso de ti até para te largar.

Não sou dependente, sou crente .... & I will figure out a way.

quinta-feira, março 09, 2017

iCeLaNd




Photography teaser about ICELAND.
In 1 word: UNBELIEVABLE & INCREDIBLE (ups! 2 words).

Eramos 9, 4 +5 , ou 6 + 3 - no final nao interessa exatamente a divisao porque quando a viagem acaba ficam a pairar no ar apesas as coisas boas.

Paisagens incriveis de cortar a respiraçao.
-10 up to - 15ºC
Neve muita neve.
Piadas e musicas pelo caminho.
Bolas de neve a pairar.
Gaisers a disparar.
Vulcoes adormecidos.
Luzes apagadas.
Lagoas quentes nocturnas perdidas.
Sorrisos escondidos.
Sandes, muitas sandes!
Noites mal dormidas.
Mochilas em jeito ''chega-arranca''.
Kms e Kms de montanha, rio e neve de perder de vista ao estilo ''straciatella''.


Não consigo selecionar um único momento que não tenha pensado desde o 1º segundo - I am SO LUCKY for being here.
Ficaram alguns viajantes por conhecer desta vez.
Ficaram alguns pensamentos mais introspectivos por concluir.
Mas ganhamos mais confiança na partilha dos silencios e um auto-conhecimento pessoal e do outro que sem estes 7 magnificos dias nao poderia ser possivel.

Hoje ainda me deito e fico a sonhar com a Aurora colorida a dançar no céu.
Parecia um chafariz a bailar altos e baixos, onda por onda, curva por curva.
Indescritivel!
Ao inicio pensei que tinha visto uma quando olhava para o ceu e o via como que a ''fumegar'' em luz verde ... mas quando a ''verdadeira''-Aurora apareceu .... ninguem teve dúvidas.
O Universo, ou Deus, ou as minhas almas preferidas do céu, quiseram presentear-nos com aquele momento magico.

Sem duvida ICELAND - A terra do gelo, mas ao mesmo tempo a terra quente queme  inspirou e fez transbordar o meu coração.

Á Paula, ao Tiago e ao Brito -
Companheiros de quilometros e quilometros naquele jipe velho e cansado - obrigada por me aturarem, e por acima de tudo por termos conseguido respeitar, o espaço de cada um (ao nosso jeito) :) :)

#4everICELAND
#4everJP
#ICELAND

















segunda-feira, fevereiro 13, 2017

LoU(CuRa)

substantivo feminino
1. Alienação mental.
2. Insensatezimprudência.
3. Extravagância.
4. Doidiceacto descontrolado ou irreflectido.

Alienas-me a mente e o corpo.
Pensar em ti e total ato de insensatez e imprudência - agora percebo porque se trata de um substantivo feminino. 
Doidice da boa que extravagantemente, se torna numa solução para todos os males.

Lou(cura) seria ficar á margem só porque não se ousa arriscar em sentir.
Sentir também é uma loucura crescente que alimenta e que transporta para cenários onde o sossego e a rotina são inimigos aos batimentos cardíacos acelerados desejados em se tornar um vicio continuo.

Haja  o que houver (..) Ainda que por meros momentos efêmeros, vale a pena.
Existe um instante singular ... que acredito que és o antídoto para a minha loucura ... e ao mesmo tempo a cura que eu não quero alcançar de forma permanente.

Lou(cura) acontece no milesimo de segundo em que decido deixar-me levar por ti, e arrepiar-me num movimento de elevada química com a certeza de que ... é isso que me continua a fazer mover mais além.



segunda-feira, dezembro 19, 2016


A vida não é aquela coisa infalível que às vezes imaginamos e damos por garantido.
A vida é frágil.

Das poucas coisas que nos salvam na vida são as relações que criamos, o tempo que investimos nas nossas memórias-talismãs, os momentos singulares, as palavras certas, os gestos únicos, os valores fiéis, a autenticidade com que sentimos, a veracidade com que nos dedicamos, a amizade que damos, á forma de tudo isto conseguir ser partilhado livremente.

O Jp permanecerá no centro de uma viagem que só os que o conheceram entenderão que ele era incrivelmente especial e espetacular. 
Disse lhe isso no meio de um abraço no dia do casamento dele á 2 meses.

O Jp ensinou me que é possível ser feliz e stress-free.
O Jp ensinou me que a vida é melhor com 1 cerveja no bucho.
O Jp ensinou me que a brincar a vida é mais light!
O Jp nunca me deixou beber um copo sozinha.
O Jp foi o único a partilhar cmg uma viagem de jipe pela savana africana em pleno capot sem pensar 2 vezes.
O Jp mostrou-me que vale a pena ser um romântico na vida e que o perfect-match existe.
O Jp ensinou me que atrasar-se para um evento (1hr) é normal e natural e Mto bem aceite quando se chega com uma piada no bolso.
O Jp mostrou me uns dotes culinários ao pequeno almoço.
O Jp falou me que não há nada melhor que sermos livres dentro de nós próprios.
O Jp mostrou me que vale a pena fazer o melhor cada dia todos os dias.
O Jp foi o único noivo que vi beber champanhe à porta da igreja antes de entrar 🎌.
O Jp simplesmente vai viver dentro de mim sempre com este ar relaxado, descontraído e sempre cool porque a vida é boa e vale a pena. 


A Ti JP Obrigada!!! Porque conhecer te foi meu privilégio. Para sempre.
____

Escrevi isto para ti quando ainda nao tinha a certeza se era uma especie de boato infeliz, ou uma especie de brincadeira tua - teres-nos deixado assim depois de um mensagem no messenger do facebook.

Procurei todas as pics que tinha contigo naquela noite.
Revi todos os teus conselhos.
Ouvia a tua voz durante toda a noite a ecoar na minha cabeça, enquanto rebolava eu propria nos lençois me questionava- PORQUE?

Porquê tu - a alma do grupo, a alegria do grupo, o exemplo de descontraçao, descomprometimento, e aquela inveja da boa, que as coisas ctg fluiam smpre bem, e em todos os imprevistos, tinhas uma piada para dizer e ainda um projeto a seguir.
Nao entendo como as coisas ctg surgiam do nada e eras mesmo feliz. Espetacularmente e singularmente feliz.

Precisei de tirar o pano de cima da tua cara para te ver inanimado. Não consegui acreditar e ainda hoje me custa acreditar.
Houve uma sensação quando olhei para ti que parecia que os meus ouvidos iam rebentar e até isso foi único porque nunca tinha sentido tal coisa.
Uma especie de pressao interna provodada por uma emoçao tão forte.
Continuas vivo entre nos - queria que soubesses disso.

Nunca pensei brindar a ti na mesma igreja em tao pouco tempo por 2 momentos TÃO diferentes.
Juntamos 15 Inovs para honrar a tua memoria e tudo aquilo que simbolizas para nos, e o momento que erguemos uma Mini e bebemos um trago de cerveja (Super Bock, é claro!), deixou-me sem palavras.

A tua antenticidade nunca vou esquecer, nem as marcas e as coisas boas que deixaste em mim.

A tua mãe disse
- ''O meu filho foi para Maputo e voltará, assim como um dia foi e voltou para mim''.
No fundo só queremos que continues bem aí em cima e olhes por nós.

JP!
Ficas para sempre no meu coração e na minha cabeça como aquela pessoa que consegui dizer pessoalmente: ''Obrigada e Gosto Muito de Ti'' e como a pessoa que vou ficar sempre a lembrar-me do gosto, do prazer e da sorte que tenho em continuar viva tambem.
Eu acho que tu estas ai em cima a curtir ainda e a preparar a nossa recepçao.
Esta visao da vida depois da morte é finalmente algo que só pode existir para pessoas como tu, para pessoas que contagiam positivamente nos 2 lugares.
Continua a ser feliz!
Continua a querer-nos bem!
Chama-nos quando vires que precisamos, porque agora sei que vou ter um amigo à minha espera.... acho que este sentimento de certa forma me reconforta.
Meio parvo, meio egoista - é certo, mas no fundo - sei que nos ensinaste a todos uma grande lição.
A vida é realmente curta - um dia acordamos vamos trabalhar  e nao voltamos. por isso vivamos todos por ti e contigo.

JP para sempre.
JP vou guardar-te assim!
JP olha por nós.
JP obrigada, porque continuas a ser simplemente espetacular.

<3 p="">

sexta-feira, novembro 25, 2016

EgYpT

Este ano fui ao Egipto.
Este ano entrei em piramides, andei de camelo, conheci o Islamismo por dentro, percebi como funciona o Medio Oriente.
Andei de balao de ar quente.
Fiz mergulho.
Fiz snorkeling.
Viajei numa carruagem de comboio cheia de arabes, em que eu era a unica mulher.
Fiz um cruzeiro no Nilo.
Entrei em templos com milhares de anos antes de Cristo.
Fui ao deserto.
Andei de moto 4.
Vi a agua mais cristalina e azul de todas.
Vi uma concha a comer um peixe ao estilo BBC vida selvagem.
Li um bom livro.
Escrevi, desenhei, projetei 2017.
Conheci outra cultura e fiz amigos de Bagdad.

A Jess diz que eu tenho sorte com a vida que eu levo e que eu sou uma especie de passaro, e que nao devia deixar ninguem me prender na gaiola.

Ás vezes sinto que tenho sorte - mas ... isso nunca chega.

Este ano viajei novamente sozinha, e novamente enfrentei desafios e dias menos bons em outro continente.
Vivi momentos com desconhecidos que me preencheram, e para muitos... isso é esquisito.

Este ano também nao houve a companhia ideal para viajar.
Apetece-me perguntar se todos os anos vai ser assim?
Nao sei se vai ser assim, mas um lado de mim fica feliz quando pensa que efetivamente encontrar a pessoa certa é efetivamente dificil, faz-me acreditar que potencialmente nao existe nunca a pessoa certa.... existe apenas o acreditar que aquela pessoa é a certa.

O lado feliz é que cada vez que penso nisto, antes de procurar um parceiro para a vida, penso encontrar alguem que viaje como eu.

Que nao se importe com horarios.
Que sobreviva se nao comer á hora x ou y.
Que aprecie um copo de vinho e uma boa cerveja.
Que goste de tirar fotografias e nao se importe de chegar tarde ao hotel quando o por-do-sol esta a acontecer; nem que se importe de madrugar para ver o nascer-do-sol.
Que nao meça o frio, se as estrelas tiverem no ceu a brilhar.
Que nao queira saber se tem a camisola suja, ou se nao lavou os dentes na hora do almoço.
Que nao veja o dinheiro como um bem precioso, mas que procure o novo destino assim que a mochila tocar o chão de casa.

Poderia passar a minha toda a viajar, se soubesse que todos da minha familia estão bem e que eu ia conseguir sobrevier sempre sem ter de ligar para casa, sem ter de depender de alguém.

Cada pessoa que conheço nas minhas viagens faz-me pensar que o mundo é tao grande, ha tantas oportunidades, tantos sonhos diferentes, tanta complexidade de humanidade, que nao vale a pena fecharmo-nos em nos proprios e no nosso mundo...

Ao mesmo tempo que isto é fascinante, assusta.

O Egipto revelou-me acima de tudo que cada um vai sempre conseguir tudo, desde que se sinta bem com as opçoes que toma e que as assuma.

Porque Egipto?
Simplesmente porque o Google me disse que era o melhor destino para viajar em Outubro.
O Google tramou-me em certa medida porque tive medo, tive vontade de desistir, pensei acima de tudo que nao era o sitio certo para mim, mas ao mesmo tempo, desafiou-me.
Por obrigaçao, ou por escolha, fiquei e nao me arrependi.
Hoje tenho historias para contar, um portfolio fotografico interminavel e uma gratidao grande ao Google e às pessoas que no fundo acreditaram que eu nao ia voltar mais cedo.

Se recomendo?
Recomendo acima de tudo viajar, muito, o mais que puder.... nao interessa o destino, interessa mesmo estar de coraçao aberto e acima de tudo aproveitar cada dia.

Bons voos ... especialmente aqueles que deixam a alma sobre as nuvens.